Solução para inserir espaços verdes nos centros urbanos, jardins verticais atuam como isolantes e reduzem o gasto energético das edificações | Téchne

Tecnologia

Solução para inserir espaços verdes nos centros urbanos, jardins verticais atuam como isolantes e reduzem o gasto energético das edificações

Bastante delicados, porém, exigem atenção redobrada da implantação à manutenção

Por Carine Savietto e Éride Moura
Edição 238 - Janeiro/2017

Juca Varela/divulgação

Criados para amenizar a falta de áreas verdes nas grandes cidades, os jardins verticais são intervenções paisagísticas montadas em painéis acoplados a paredes internas ou externas de edifícios. Um de seus principais benefícios é a melhora na qualidade do ar: na medida em que as plantas realizam a fotossíntese, o sistema funciona como um purificador atmosférico capaz de reduzir cerca de 30% dos gases poluentes do entorno - no caso das micropartículas em suspensão, essa redução pode chegar a até 60%.

A edificação na qual a parede verde é instalada também leva vantagens, a exemplo de um significativo aumento em seu desempenho termoacústico. Isso acontece principalmente porque, ao contrário das fachadas recobertas por heras e trepadeiras que sobem desde o solo em contato direto com o edifício, o jardim vertical é formado por plantas alocadas em painéis distanciados da construção. Além de evitar problemas relativos a umidade, a estratégia forma um colchão de ar que atua como isolante, impedindo a transferência de calor ou frio, bem como de ruídos, de fora para dentro do prédio. Por meio da evapotranspiração e da fotossíntese, a cobertura vegetal também diminui a amplitude térmica no interior do edifício. Consequentemente, ganha-se conforto e reduz-se o consumo de energia com aquecimento ou refrigeração.

Acredita-se ainda que, por sua capacidade de diminuição da temperatura ambiental, os jardins consigam atenuar os problemas criados pelas chamadas 'ilhas de calor' - áreas de cidades altamente urbanizadas que apresentam temperaturas mais elevadas em comparação com outras mais arborizadas. Além disso, as paredes verdes colaboram com o equilíbrio da umidade relativa do ar e, desde que as espécies escolhidas sejam nativas, formam um novo ecossistema que funciona como ponto de atração de pássaros e borboletas.

Conteúdo exclusivo para assinantes da revista Téchne

Outras opções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos