Reparo de trincas em paredes de alvenaria estrutural | Téchne

IPT Responde

Reparo de trincas em paredes de alvenaria estrutural

Envie sua pergunta para o email iptresponde@pini.com.br

Edição 239 - Fevereiro/2017

Reparo de trincas em paredes de alvenaria estrutural

Reprodução

Como devem ser reparadas trincas a 45 graus em paredes de alvenaria estrutural?
Antes de pensar no processo de reparo, há a necessidade de diagnosticar corretamente qual a causa ou causas reais do problema. Fissuras a 45 graus geralmente são resultantes de recalques diferenciados das fundações, mas podem também ocorrer por concentração de tensões (ao redor de vãos de portas ou janelas, por exemplo), encurtamentos localizados de trechos curtos de paredes (funcionando como pilares), retração ou dilatação térmica de lajes, deformações do sistema de escoramento de lajes etc.

No caso de recalques, pode ser que seja preciso o reforço das fundações. Havendo certeza absoluta que os recalques encontram-se estabilizados, pode- se recorrer à completa substituição do trecho afetado da alvenaria (após conveniente escoramento da obra), costuras com vergalhões embutidos nas juntas de assentamento, introdução de pilaretes armados e grauteados transpondo fissuras múltiplas etc.

Para as demais possíveis causas, há a necessidade de soluções correspondentes, como a introdução de juntas de dilatação, a isolação térmica de lajes de cobertura, a introdução de apoios deslizantes etc.

Conteúdo exclusivo para leitores
cadastrados ou assinantes da revista Téchne

Ainda não é um assinante PINI?
Escolha uma das opções abaixo e faça já sua assinatura.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos