Estrutura de prédio que desabou em São Paulo era insuficiente, diz laudo do Instituto de Criminalística | Téchne

Obras

Notícias

Estrutura de prédio que desabou em São Paulo era insuficiente, diz laudo do Instituto de Criminalística

Segundo documento, houve ainda erros no gerenciamento da obra localizada em São mateus. Acidente matou dez pessoas e deixou outras 26 feridas

Rodrigo Louzas, do Portal PINIweb
12/Fevereiro/2014

Após quase seis meses da tragédia, o Instituto de Criminalística revelou nesta quarta-feira (12) que a estrutura de concreto usada na obra do prédio que desabou em São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, era insuficiente pra suportar o peso do edifício. A tragédia aconteceu no dia 27 de agosto de 2013, matou dez pessoas e deixou outras 26 feridas.

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Pelo laudo, o instituto concluiu que as vigas de concreto utilizadas na reforma eram insuficientes para suportar o peso do prédio. De acordo com os peritos, além disso, houve erros no gerenciamento da obra: não havia técnicos responsáveis pelo projeto, fiscalização da construção ou controle dos materiais usados.

O laudo ainda apurou que colapso começou na parte central do edifício. A empresa responsável pela reforma, a Jamf Empreendimentos Agrícolas Ltda, também não fez o estudo geológico para avaliar as condições do terreno. A obra havia começado em maio, mas ainda não tinha alvará de execução. A laje que desabou tinha cerca de 400 m².

Mustáfa Abdulah Mustafá, dono do prédio, e o suposto engenheiro, Alberto Alves Pereira, foram indiciados por homicídio doloso em dezembro. A Polícia Civil considera que eles não seguiram o projeto e, por isso, assumiram o risco do acidente.

A edificação ficava na Avenida Mateo Bei, na altura do número 2.300, e abrigaria uma loja da rede "Torra Torra". As famílias das vítimas receberão uma indenização de cerca de R$ 165 mil.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos